19 de março de 2014

desapego tecnológico




Finalmente troquei o velho Nokia de anos e anos e anos, daqueles que só fazem e recebem chamadas e mensagens, por um "smartphone". 

Mas confesso: tenho medo de me tornar aquele tipo de pessoa que "saca" o pequeno apêndice cerebral do bolso a toda hora e a todo momento, para tudo e para nada... Ou deixar calados os amigos que estão à minha frente no café, porque estou trocando mensagens transatlânticas... Ou começar a tirar fotos do que vou comer, e até do que já comi.Por precaução, guardei o velho Nokia para o caso dos sintomas começarem a aparecer. 

Ora, afinal, a vida é o que está acontecendo à nossa volta enquanto estamos olhando para o smartphone! Ou não.




Enviar um comentário